segunda-feira, 15 de março de 2010

Desvendando a visão dos cães

Como já falei uma vez aki no compreenda seu amigo canino, a visão canina sempre foi cercada de vários mistérios… Que dono de cachorro nunca se perguntou: “Será que ele enxerga colorido?” ou “É verdade que os cães só conseguem ver vultos?”. Quando se trata desse assunto, uma coisa é certa: os cachorros vêem as coisas de um jeito bem diferente do nosso!

Você vai descobrir agora como o seu cão enxerga o mundo.

A cor da vida…

Antigamente, todos acreditavam que os cachorros viam tudo em preto e branco. E foi assim por muito tempo… Mas, cientistas já comprovaram que a visão canina é capaz de diferenciar cores sim, ao contrário do que muitas pessoas imaginavam!!!

Auquarela

No entanto, mesmo enxergando varias cores, os cães não conseguem distinguir algumas tonalidades que são bem gritantes pra nós, como o verde e o vermelho, por exemplo. Já a diferença entre o azul e o verde, por incrível que pareça, é facilmente notada pelos cachorros.

Você pode até fazer um teste com o seu cão! Jogue uma bolinha vermelha e uma bolinha azul em um local gramado. Provavelmente, seu cachorro optará por pegar a bolinha azul, pois ela é bem mais visível pra ele do que a vermelha.

No escurinho…

Os cães são capazes de enxergar no escuro? Isso depende… Na escuridão total, eles não conseguem ver nada, mas com certeza enxergam melhor do que nós na ausência de luz. Isso porque, na natureza, o cachorro selvagem caça para sobreviver e a visão noturna é essencial pra isso.

Uma curiosidade: no escuro, os cães não distinguem muito bem as cores. Aí sim é como se eles enxergassem tudo em preto e branco!

Até de costas!

A visão canina também supera a nossa quando se trata da amplitude do campo de visão. Os cachorros conseguem enxergar até o que está atrás deles!!! Isso acontece porque os olhos dos cães são mais laterais que os nossos, o que permite que eles vejam uma área bem maior.

Entretanto, isso pode variar bastante conforme a raça. A amplitude visual de um pastor alemão, por exemplo, é bem maior do que a de um pug, que não tem os olhos posicionados tão nas laterais…

Essa característica foi herdada dos parentes selvagens dos cachorros, já que, na natureza, isso é importantíssimo para não cair nas garras de possíveis predadores.

Tô de olho em você…

Outra herança desses ancestrais é a capacidade de enxergar melhor algo que esteja em movimento do que alguma coisa parada. Essa habilidade é imprescindível para os exemplares selvagens acompanharem uma preza durante a caçada.

E você dá pra testar essa capacidade do seu cachorro em casa! O truque é amarrar um objeto que o cão curta bastante, como o brinquedo favorito dele, por exemplo, em uma cordinha. Não deixe que ele veja você colocando o objeto em determinado local. Deixe o cachorro a certa distância do brinquedo de modo que ele não veja claramente o que é. Você vai notar que ele não vai até o objeto, logo de cara, mesmo sendo louco por aquele brinquedo. No entanto, se você puxar a cordinha para o objeto se mexer, o cachorro logo irá correndo até lá. Só tome cuidado para não deixar o objeto muito longe, pois muitos cães são míopes e a distância que eles enxergam varia bastante de cachorro pra cachorro.

Aki o: A visão do seu Cão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário